No comments yet

COMO SUPERAR A CRISE

“Senhores, vejo que a nossa viagem será desastrosa e acarretará grande prejuízo para o navio, para a carga e também para a nossa vida.” (Atos 27.10)

É durante as crises que revelamos quem somos de verdade. E também é nos momentos de crises que temos a oportunidade de colocar a nossa fé em ação. Porque muitas vezes apenas falamos sobre Deus e como acreditamos n’Ele, mas não tivemos ainda uma experiência real e verdadeira com o Senhor. As crises que enfrentamos podem ter diferentes origens. Podem ter sido criadas por nós mesmos, podem ter sido permitidas por Deus, podem ter sido enviadas por Satanás ou proporcionadas por outras pessoas. O importante não é conhecer as causas das crises e sim, como devemos nos comportar diante delas.
Paulo tinha sido preso por pregar o evangelho de Cristo. Mesmo fazendo a vontade de Deus, ele estava naquele momento enfrentando problemas por ter sido fiel ao Senhor. Ele ficou preso por dois anos na cidade de Cesareia, aguardando seu julgamento e deveria agora, ser transferido para Roma, mas durante a viagem aconteceu uma tempestade e provocou um naufrágio e toda a carga que era transportada foi perdida. O navio foi destruído, e as pessoas que estavam no navio quase perderam a vida. Durante o naufrágio Paulo permaneceu calmo e ainda conseguiu ajudar as pessoas a superarem aquele momento. “O navio foi arrastado pela tempestade, sem poder resistir ao vento, eles pararam com as manobras e ficaram à deriva”, diz o verso 15. Assim acontece com a maioria de nós, quando passa por uma dificuldade: fica paralisada e sem ação. Fica à deriva. Aliás, este é o objetivo da crise – paralisar-nos. Passamos a nos concentrar nas circunstâncias e a nos envolvermos com elas. Ao mesmo tempo em que nos concentramos em nossas limitações e perdemos a capacidade de agir.
O verso dezoito diz que os homens lançaram fora a carga do navio e também as armações. Muitas vezes as crises que enfrentamos nos obrigam a abrir mão e a desistir de bens que são importantes em nossa vida. Quantas pessoas hoje, choram amargamente porque durante uma crise abandonaram suas famílias, deixaram sua fé, fizeram mudanças erradas, abriram mão da fidelidade sem antes buscar a direção de Deus. Hoje sofrem arrependidas sem ter como voltar atrás.
Se você está enfrentando uma crise, seja em qual área for da sua vida, ouça primeiro a vontade de Deus. Olhe antes para o Senhor. Tire os olhos da crise, coloque os olhos em Cristo. Não se desespere. Muitos morrem afogados por entrar em desespero. Não perca a esperança. Não pare de clamar ao Senhor. Busque a Deus com mais intensidade. Reúna a sua família e orem juntos. Proclame a Palavra de Deus em sua casa. Mesmo que você não esteja vendo, não desista de amar, confiar e ser fiel ao Senhor. Sua crise pode ser vencida e você poderá sair ainda mais fortalecido dela. Você não está desamparado. No verso 23, Paulo diz que “um anjo de Deus lhe apareceu”. A palavra de Deus não mente. Nela encontramos esta promessa confortadora: “O anjo do Senhor é sentinela ao redor daqueles que O temem, e os livra” (Salmo 34.7). Deus está com você. A crise deve nos levar a uma comunhão mais profundo e verdadeira com o Pai. Deus tem planos maiores e mais elevados do que os nossos. Ele pode usar as adversidades para nos ajudar a enxergar a sua presença e vontade.
Se a crise pretende lhe afastar de Deus, contrarie a crise e agarre-se mais a Deus.
Se a crise pretende torná-lo infiel a Deus, contrarie a crise e mantenha-se fiel ao Senhor. Assim se supera a crise.

Itaniel Silva
Pastor da IASD Central de Brasília

Post a comment

You must be logged in to post a comment.